MÁRIO FONSECA

Mário Alberto de Almeida Fonseca nasceu em 8 de novembro de 1939 na Praia e morreu em 25 de setembro de 2009, na mesma cidade, aos 69 anos de idade. Filho de Andreza de Barros e Mário Ivo de Almeida Fonseca (1906-1985), casou-se com Régina Natália Duarte Leite Arteaga Souto Maior (1942-), com quem teve dois filhos: Jandira e Mário Osvaldo. Líder do círculo literário da nova geração, foi também militante anticolonialista e membro do PAICV. Exilado político, licenciado em Filologia românica pela Universidade de Dakar, Mario Fonseca fala francês e inglês fluentemente e já trabalhou em África em diversas funções: professor de francês no Senegal, administrador e tradutor na Mauritânia e na Turquia. De regresso a Cabo Verde após a Independência, tornou-se, entre outras coisas, o primeiro Diretor Executivo do Instituto Internacional de Língua Portuguesa (IILP) entre 1999 e 2001, um curto período devido a problemas de saúde, bem como Presidente do Instituto Nacional da Cultura (INAC).