Sem Foto

Nasceu em 1848 na ilha Brava, viveu na metrópole pouco mais de dez anos, a maior parte dos quais em Mafra, em cuja Escola Real fez estudos secundários.

Regressado a Cabo Verde em 1869, parece ter tido dificuldade em adaptar-se a um meio agora sentido demasiado estreito, vindo a morrer – desamparado e infeliz – em 1888, na Praia.

No estatuto atual da historiografia literária, pode ser considerado o primeiro escritor cabo-verdiano.

Obras do autor: Contos singelos (Nhô Pedro ou Cenas da ilha Brava e Cenas de Mafra), vários textos em prosa publicados em vida do autor.

Obras publicadas postumamente: Bosquejos dum passeio ao interior da ilha de Santiago 137, Os intrujões 19, O sonho (Memórias dum doido).