Sem Foto

Nasceu em Portugal, no século XIX e faleceu na Guiné-Bissau no século XX. Poeta e ficcionista, colaborou na imprensa cabo-verdiana no periódico A Voz de Cabo Verde (1911-1919). Viveu em Cabo Verde durante muitos anos, e entre os seus descendentes contam-se os poetas Silvestre Faria e Amiro Faria.