CARLOTA DE BARROS

Carlota de Barros, conhecida como Lilica pelos seus amigos, mas Carlota de Barros Firmino Areal Alves do seu verdadeiro nome, nasceu a 24 de janeiro de 1941 em Filipe, na ilha do Fogo. Filha de Ana de Barros e Hermano de Pina, casou com Abílio Areal Alves em 1965. Aos 2 anos de idade, mudou-se com a família para a ilha Brava, depois para São Nicolau, e finalmente para o Mindelo. Mais tarde ela viveu em Moçambique (1949-1957), depois em Portugal, em Lisboa, que ela considera "sua" cidade. Lá, estudou filologia germânica (não românica) na Universidade de Lisboa, curso que teve de abandonar para seguir o marido para Angola, em 1966. Apenas um ano depois, regressou a Cabo Verde, vivendo em São Nicolau até 1969, onde fundou o Externato de São Nicolau com o marido e iniciou a sua carreira docente, e depois a São Vicente de 1969 a 1974, onde lecionou na Escola Secundária Gil Eanes. Depois regressou a Portugal para completar os seus estudos e obter a sua licenciatura, ao mesmo tempo que ensinava em várias escolas de Lisboa e trabalhava para o Ministério da Educação (Gabinete de Estudos e Métodos). Ela vive agora entre a sua residência em Benfica, Portugal, e a casa paterna do seu marido em São Nicolau.